Exercícios sobre Fábula e Contrafábula

Depois da aula sobre Fábula e Contrafábula, dois gêneros textuais que nos convidam a refletir sobre o mundo e sobre nós mesmos, chegou a vez de exercitar seus conhecimentos sobre o assunto.

Mas o que são fábulas e contrafábulas? As fábulas, com seus personagens animais falantes e cenários encantadores, nos presenteiam com lições de moral sobre valores como honestidade, responsabilidade e perseverança. Já as contrafábulas, com um toque de rebeldia e humor, desafiam as visões tradicionais das fábulas, convidando-nos a questionar e refletir sobre diferentes perspectivas.

Por que estudar esses tipos de texto? As fábulas e contrafábulas são ferramentas poderosas para desenvolver nossa capacidade de interpretação, análise crítica e até mesmo nossa criatividade. Ao desvendarmos seus segredos, podemos aprender sobre valores importantes como amizade, honestidade, responsabilidade e respeito. Além disso, esses gêneros textuais nos convidam a refletir sobre o mundo ao nosso redor, questionando normas e buscando diferentes perspectivas.
Se tiver dúvidas sobre o assunto, acesse: Qual é a diferença entre Fábula e Contrafábula?

Agora, vamos aos exercícios sobre fábula e contrafábula!

O que vamos encontrar nesses exercícios? Preparem-se para desafiar suas habilidades de leitura e escrita! Vocês vão analisar fábula e contrafábula, identificar seus elementos principais, interpretar suas mensagens. Confira!

Exercícios sobre os gêneros textuais fábula e contrafábula


Exercícios sobre Fábula e Contrafábula

— Leia esta  contrafábula (fábula contemporânea), de Millôr Fernandes.

A raposa e as uvas

          De repente a raposa, esfomeada e gulosa, fome de quatro dias e gula de todos os tempos, saiu do areal do deserto e caiu na sombra deliciosa do parreiral que descia por um precipício a perder de vista. Olhou e viu, além de tudo, à altura de um salto, cachos de uvas maravilhosos, uvas grandes, tentadoras. Armou o salto, retesou o corpo, saltou, o focinho passou a um palmo das uvas. Caiu, tentou de novo, não conseguiu. Descansou, encolheu mais o corpo, deu tudo o que tinha, não conseguiu nem roçar as uvas gordas e redondas. Desistiu, dizendo entre dentes, com raiva: “Ah, também, não tem importância. Estão muito verdes”. E foi descendo, com cuidado, quando viu à sua frente uma pedra enorme. Com esforço, empurrou a pedra até o local em que estavam os cachos de uva, trepou na pedra, perigosamente, pois o terreno era irregular e havia o risco de despencar, esticou a pata e… conseguiu! Com avidez colocou na boca quase o cacho inteiro. E cuspiu. Realmente as uvas estavam muito verdes.

Moral: A frustração é uma forma de julgamento tão boa como qualquer outra.

FERNANDES, Millôr. Novas fábulas fabulosas. Rio de Janeiro: Desiderata, 2007. v. 1. p. 128.

QUESTÃO 01 — Qual é o enredo da história?

QUESTÃO 02 — Como a fábula descreve:

A) a raposa: ____________
B) os cachos de uva: ____________
C) as uvas: ____________
D) a pedra: ____________

QUESTÃO 03 — Onde acontece a história?

QUESTÃO 04 — Onde estava a raposa no começo da história?

— Leia este trecho da fábula e responda às questões.
De repente a raposa, esfomeada e gulosa, fome de quatro dias e gula de todos os tempos, saiu do areal do deserto e caiu na sombra deliciosa do parreiral […].

QUESTÃO 05 — Para vocês, qual é o significado de “fome de quatro dias e gula de todos os tempos”?

QUESTÃO 06 — Ao chegar ao parreiral, o que chamou a atenção da raposa?

A) ( ) A sombra deliciosa.
B) ( ) Cachos de uvas maravilhosos.

QUESTÃO 07 — Como o autor leva o leitor a perceber que a raposa só tinha olhos para as uvas?

QUESTÃO 08 — O que aconteceu com a raposa depois que avistou o cacho de uvas?

QUESTÃO 09 — Que estratégia a raposa usou ao perceber que não alcançaria o cacho de uvas apenas saltando?

QUESTÃO 10 — Esse sentimento era verdadeiro? Como você percebeu isso?

QUESTÃO 11 — Nessa fábula, a raposa tem alguma fala? Como o leitor identifica isso?

— Releia este trecho da fábula.
[...] trepou na pedra, perigosamente, pois o terreno era irregular e havia o risco de despencar, esticou a pata e… conseguiu!

QUESTÃO 12 — Qual é o efeito de sentido provocado pelos três pontos ou reticências?

QUESTÃO 13 — E o ponto de exclamação?

QUESTÃO 14 — Em “Realmente as uvas estavam muito verdes.”, que sentido a palavra destacada confere à frase?

Exercícios sobre Fábula e Contrafábula

Exercícios sobre Fábula e Contrafábula

Exercícios sobre Fábula e Contrafábula

E aí? Acharam difíceis as questões? Aqui, você pode conferir as Respostas dos Exercícios sobre Fábula e Contrafábula.

Espero que tenham acertado a maioria das questões.

E para não perder nenhum post do blog, siga no


Beijos e fiquem com Deus!
Post Anterior Próximo Post
Sem Comentários
Adicionar Comentário
comment url